04/02/2021

Entenda sobre

"No futuro, o cliente vai criar o próprio banco", diz diretor do Banco Central

bankme
postado por

Bankme


O Correio Braziliense, nesta última segunda-feira (01/02/2021), publicou uma matéria sobre a implementação do open banking no Brasil pelo Banco Central.



O Banco Central (BC) iniciou nesta semana a efetivação do open banking no Brasil. A matéria divulgada pelo Correio Braziliense conta os benefícios que os serviços podem trazer para o brasiliero, dentre eles a possibilidade do mercado financeiro em desenvolver novos produtos e do consumidor em levar seu histórico bancário para a instituição financeira que quiser, de forma a ter acesso a serviços personalizados e mais baratos.

Com essa implementação, o Banco Central pretende aumentar a eficiência e a concorrência do sistema financeiro, em prol do consumidor. Por se tratar de um processo complexo e longo, o BC garante que até o fim do ano o open banking seja uma realidade na vida dos brasileiros e que, durante esse tempo, irá preparar o consumidor para o compartilhamento de dados pessoais com várias normas de segurança, ao longo dos meses.

O open banking se refere a padronização do processo de compartilhamento de dados e serviços financeiros via APIs, as interfaces de programação e aplicações autorizadas a operar pelo Banco Central do Brasil. O open banking vem permitir esse compartilhamento de uma forma organizada, eletrônica e muito segura. É uma ferramenta que vai transformar o sistema financeiro ao longo dos próximos meses e anos.

Otávio Damaso, Diretor de Regulação do Banco Central, deu uma entrevista exclusiva para o Correio contando um pouco mais sobre como toda essa operação irá funcionar e quais vantagens trará para o país. Damaso diz que o maior objetivo do BC com o open banking é obter um sistema cada vez mais eficiente, tendo como foco principal o consumidor, seja ele tanto uma pessoa física quanto jurídica. “Queremos que o cliente passe a ser o piloto da sua própria jornada financeira”, diz Damaso.

O open banking cria um ambiente com mais concorrência. E o resultado disso para o consumidor são produtos e serviços financeiros melhores, mais customizados à real demanda de cada cliente e mais baratos.

A matéria divulgada desmistifica uma ideia clara na mente de muitos brasileiros: quanto mais bancos, pior. E a realidade é o contrário. Quanto mais bancos, maior é o acesso a contas e serviços bancários. A importância da bancarização de um país está diretamente ligada à qualidade de vida dos cidadãos. É um processo fundamental para que cada vez mais pessoas tenham condições de contratar serviços prestados por bancos, empresas de pagamento, seguradoras, corretoras e demais instituições. O avanço da bancarização empodera pessoas por meio da educação financeira e potencializa a inclusão e independência econômica de um país.
Nesse sentido, o open banking cria uma revolução baseada na modernidade, tecnologia e economia. E a bankme está no mercado para contribuir com essa revolução.

Conheça agora

enviar

Se interessou pela nossa empresa e tem vontade de fazer parte da nossa fintech? Envie seu currículo para vagas@bankme.tech e venha para o nosso time!

conheça agora!